SOBRE O ANO 2020



2020 foi um ano diferente. Foi um ano de resetar, recomeçar, reinventar, resignificar. Foi também um ano de refletir. Todos refletiram. Uns mais, outros menos, mas todos, em diversos momentos e bem mais do que o normal, refletiram.


Refletiram suas vidas. Suas famílias. Seus amigos.

Suas prioridades. Seus anseios. Seus sonhos.

Suas alegrias. Seu brilho nos olhos. Seu fazer sentido.

Seu trabalho. Seu propósito.

Seu passado, seu presente e, principalmente, seu futuro.


2020 foi também um ano paradoxal. Foi um ano em que nos afastamos fisicamente de todos, mas nos aproximamos de quem mais importa.

Reconectamos com quem estava mais longe e que, por isso, parecia menos presente. Mesmo longe, estivemos por perto. Mesmo do outro lado do mundo, estava ali, atrás da tela do computador. E isso foi incrível!

2020 foi também um ano transformador. A lógica mudou. O ceticismo da transformação que existia de muitas pessoas acabou.

O seguir fazendo as mesmas coisas do mesmo jeito nunca deixou de fazer sentido tanto quanto agora. Nunca o não arriscar foi tão arriscado. Nunca o seguir o script foi tão perigoso. Nunca o deixar as coisas como estão porque "sempre funcionaram e ainda funcionam" foi tão questionado.

Ele será para sempre lembrado como o ano do COVID-19, da pandemia, do distanciamento, do uso das máscaras. Das bandeiras laranja e vermelha. Mas será lembrado também como o ano que mais oportunidades surgiram. O ano que tirou todos os negócios do piloto-automático. O ano que o virtual, definitivamente, se misturou com o real.

Para quem acreditava que isso ainda estava distante, o impacto foi forte.

Aquela sensibilização sobre a transformação não precisa mais ser feita. Todos já entenderam. Ela está posta. As cartas estão claras na mesa e precisamos seguir compreendendo que o darwinismo corporativo nunca esteve tão presente. Tão marcado. Tão forte quanto agora. Com a diferença de que não é mais apenas adaptar-se. É necessário adaptar-se com agilidade.

Cabe a nós seguirmos sendo protagonistas dessa transformação.


Somos beta. Somos BetaHauss

13 visualizações0 comentário