top of page

GenAI Pode Fazer Estratégia?

Uma Inovação no Planejamento Estratégico


Introdução

No cenário empresarial contemporâneo, marcado pela constante evolução, a inovação estratégica transcende as salas de reunião e os líderes corporativos. A democratização das ideias estratégicas, agora, abrange desde consultores até clientes, e, surpreendentemente, até mesmo os computadores, graças à Inteligência Artificial (IA) gerativa, como o ChatGPT.



Uso da IA em Estratégia

Tradicionalmente, o uso de computadores limitava-se a análises estatísticas e pesquisas online. Contudo, a IA gerativa, especialmente após a integração do ChatGPT com softwares como o Mathematica, da Wolfram, demonstrou potencial em gerar ideias originais e soluções estratégicas. Um exemplo disso é a experiência do INSEAD, que conectou o ChatGPT ao framework estratégico Blue Ocean, resultando em insights inovadores e relevantes.


Experimento Prático: Desafio da Padaria de Bagels

O teste prático envolveu a criação de uma padaria de bagels em Paris, uma cidade sem uma oferta significativa de bagels de qualidade. Utilizando a IA com o framework Blue Ocean, identificou-se oportunidades de mercado, como o apelo a turistas e a segmentos sensíveis ao glúten. Além disso, a IA sugeriu ideias criativas para produtos e estratégias de distribuição, abordando desde recheios inovadores até a localização estratégica de pontos de venda.


Comparação com Métodos Tradicionais

A eficácia da IA foi colocada à prova em um experimento com estudantes de MBA do INSEAD, que desenvolveram uma estratégia usando métodos tradicionais. O resultado foi surpreendente: em apenas 60 minutos, a IA gerou uma estratégia comparável, e em alguns aspectos, mais original do que a desenvolvida pelos alunos em uma semana. Isso levanta questões importantes sobre a automação de tarefas estratégicas e o papel da IA no planejamento estratégico.


Conclusão: O Futuro da Estratégia com IA

Embora a IA tenha demonstrado ser uma ferramenta eficaz e inovadora em estratégia, a interação humana continua sendo essencial. A tecnologia, ao automatizar tarefas rotineiras, libera os estrategistas para se concentrarem na criatividade e na experimentação. À medida que a IA evolui, a expectativa é que ela se torne uma parte integrante das equipes de estratégia, complementando e aprimorando o trabalho humano, e não substituindo-o.


O futuro do planejamento estratégico parece estar na parceria sinérgica entre humanos e máquinas inteligentes, abrindo caminho para estratégias mais inclusivas e sustentáveis.


Planejamento Estratégico 2024:

Está na hora de inovar a maneira como você desenvolve sua estratégia, integrando ao seu negócio tecnologias e ferramentas atuais. Se isso soa como algo que sua empresa precisa vamos agendar uma conversa para explorar as possibilidades.


É só chamar nosso time clicando aqui.

11 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page